Sáb. Ago 15th, 2020

JQ Notícias

Jorge Quadros Comunicação e Marketing

Mistura de substância com gás de cozinha causa odor forte e assusta moradores de Belém

2 min read

Porto de Miramar, em Belém — Foto: Reprodução / Transpetro

Vazamento ocorreu no Complexo de Miramar. Os bombeiros avaliaram que não haveria riscos de acidente no local e que o odor deve sair com o tempo.

Por G1 PA — Belém

Porto de Miramar, em Belém — Foto: Reprodução / Transpetro

Um vazamento no Complexo de Miramar causou um cheiro forte de gás e acendeu alerta na noite desta terça (30) em Belém. Segundo o Corpo de Bombeiros, foram registrados chamados em bairros como a Pedreira e Reduto. O forte cheiro também foi sentido no bairro de São Brás.

O Corpo de Bombeiros informou que o vazamento ocorreu em tanques da empresa Transpetro, no momento em que a substância metilmercaptano estava sendo misturada ao Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), que é o gás de cozinha que não tem cheiro.

Os bombeiros avaliaram que não haveria riscos de acidente no local e que o odor deve sair com o tempo.

Ainda de acordo com os bombeiros, a mistura da substância é adicionada, por segurança, a fim de ser percebida em caso de vazamento.

A ação estava sendo efetuada no complexo de Miramar, por volta das 17h45, segundo os bombeiros, e após ser detectado o vazamento do produto foi feita a manutenção por especialistas da própria empresa. Em nota, o porto disse que não houve vazamento de GLP.

A Transpetro disse, em nota, que não houve vazamento de gás e que foi realizada “manutenção planejada do sistema de odorante e foi percebido cheiro característico do produto no entorno do terminal”. As operações, segundo a nota, continuam e “atendendo a todos os requisitos de segurança”.

Chamados

Os bombeiros começaram a ser acionados por volta das 18h30 e foram avaliar a situação do possível vazamento no entorno dos conjuntos CDP, Maracangalha e redondezas. Primeiramente, havia sido constatado que o cheiro é comum devido à descarga de combustíveis e gás e nada tinha sido encontrado.

Após novos registros, viaturas do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) fizeram incursões no Complexo Miramar em indústrias e depósitos petroquímicos para detectar possíveis vazamentos até chegarem à conclusão do ocorrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | JQ Notícias by Jorge Quadros Comunicação e Marketing.