Qui. Set 24th, 2020

JQ Notícias

Jorge Quadros Comunicação e Marketing

Regional de Paragominas completa 6 anos com mais de 1 milhão de atendimentos

5 min read

Por Ascom-HRPL

Localizado no município de Paragominas, no nordeste paraense, à 360 km da capital, Belém, o Hospital Regional Público do Leste (HRPL), completa, neste 4 de agosto, seis anos de história. A data, por conta da pandemia, não será festejada, como de costume, mas não faltam motivos para comemorar, afinal, são 2.191 dias de muito trabalho e dedicação ao próximo, acolhendo a comunidade de maneira cuidadosa, oferecendo aos usuários do serviço público de saúde um atendimento digno e humanizado.

A unidade que presta assistência de média e alta complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de 23 municípios paraenses, contabiliza, desde o início de suas atividades, em agosto de 2014, até junho deste ano, 1.050.836 atendimentos, cumprindo seu papel dentro da regionalização da saúde do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Em números mais específicos estes atendimentos representam 96.415 consultas ambulatoriais, 890.038 exames, 11.228 cirurgias, 15.165 internações, 1.725 transfusões de sangue e 17.450 atendimentos de urgência e emergência, além da assistência em fisioterapia, terapia ocupacional, atendimento psicossocial, nutricional e fonoaudiólogo.

Referência em atendimento de urgência e emergência às vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), a unidade registrou 810 casos ao longo dos últimos seis anos. E em 2018, se tornou habilitada a realizar cirurgias oncológicas, aumentando o nível da complexidade das cirurgias no interior do Estado.

Este ano, com o avanço da pandemia, no Estado, o HRPL foi referenciado para o atendimento aos pacientes da Covid -19, em estado grave. De março a julho de 2020, 213 pessoas deram entrada na unidade com os sintomas graves da doença.

Com a redução do índice de pacientes vítimas do coronavírus, percebida no final de junho, o hospital retomou, de forma gradativa, os atendimentos que haviam sido reduzidos por conta da pandemia.

“Fico feliz em poder ter participado da formatação e inauguração do HRPL e, hoje, passados seis anos, na função de diretor Executivo, poder comemorar números expressivos de produção (cirúrgica, laboratorial, de imagem, entre outros), e em conjunto com esta equipe maravilhosa, desejar parabéns ao HRPL pelos seus seis anos, ainda uma criança, mas com sabedoria e produção de um adulto”, declarou o diretor executivo do HRPL, Marcelo Azevedo.

Caso de sucesso – Aos 54 anos, a dona de casa, Edna Maria Alves de Carvalho, moradora do município de Dom Eliseu, há 160 km de Paragominas, está entre os milhares de pacientes atendidos no Hospital Regional Público do Leste. No mês passado, ela foi submetida a uma microcirurgia para retirada de um tumor intracraniano. O procedimento foi realizado pelo neurocirurgião, João Fabrício Palheta, que compõe a equipe de neurocirurgia do HRPL, desde 2018.

Segundo o especialista, não existia um plano B e nenhum remédio que pudesse aliviar os sintomas ou alterar o quadro, apenas a cirurgia. “Como o crânio é um compartimento “fechado”, envolto por uma estrutura óssea, qualquer tumor que cresça, mesmo que não seja de natureza maligna, coloca o paciente em risco de vida, porque causa compressão de estruturas extremamente importantes, no caso da paciente em questão, estava causando hidrocefalia, e se ela não fosse operada, provavelmente ela entraria em coma, com risco de vida iminente”, explica o neurocirurgião.

Já de alta, em casa, dona Edna descreve a agonia pela qual passou. “Eu tive um surto. Tava no ônibus indo pra roça encontrar o meu esposo quando senti que eu não era eu. Era uma coisa estranha na minha cabeça, as coisas fugiam da minha mente, eu perdi a memória por um momento”, conta.

Além do episódio de rebaixamento do nível de consciência, dona Edna conta ainda que as dores de cabeça eram frequentes, e não costumavam passar com o uso de analgésicos.
Hoje, se recuperando da cirurgia, ela diz que ficou impressionada com o atendimento que recebeu no hospital e do próprio médico. “Eu fiquei impressionada com a humanidade dele, com a bondade do coração dele. Fazia muito tempo que eu não sabia o que era uma pessoa assim! Esse hospital funciona! Aqui não dá nem tempo da gente sentir dor, que os profissionais daqui não deixam. É um pessoal muito acolhedor, muito humano! – declarou, emocionada.

Sobre os planos para o futuro, dona Edna é enfática. “Meus planos agora é cuidar da minha família e ser feliz. Eu não tenho mais nada pra reclamar. Só quero ser feliz. Sou só gratidão a Deus e ao meu médico, meu filho doutor”, brinca.

Gestão por excelência – O HRPL está inserido em um seleto grupo de hospitais, 100% SUS, do Brasil, a obterem a certificação plena – concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) – que é o reconhecimento de um trabalho focado na promoção da segurança do paciente, na melhoria contínua dos processos e no aprimoramento de práticas seguras e integradas, reduzindo danos desnecessários à saúde e impactando diretamente na melhoria contínua do atendimento.

O processo de certificação do HRPL foi iniciado em 2017, com a implementação do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), com a proposta de desenvolver educação continuada sobre as recomendações, ferramentas, técnicas, linhas de processos preconizado pela ONA. Já no ano seguinte, 2018, o hospital conquistou a certificação ONA 1, e este ano, a Acreditação Plena Nível 2.

Estrutura – Com um total de 3.999,11m2 com 3.012,37m² de área construída, o HRPL dispõe de 70 leitos, (sendo 32 na Clínica Cirúrgica, 18 na Clínica Médica e 20 na Unidade de Terapia Intensiva – UTI adulto), oferece clínica médica e cirúrgica, nas especialidades de neurologia/neurocirurgia, traumatologia/ortopedia, cirurgia geral, oncologia, buco maxilo e suporte de anestesia, além de consultas ambulatoriais em cardiologia, clínica cirúrgica, clínica médica, neurologia/neurocirurgia, urologia, endocrinologia, mastologia, traumatologia/ortopedia, vascular e ginecologia.

Assim como nos demais hospitais regionais do Pará, para obter atendimento, os pacientes são referenciados dos Hospitais Municipais / UPAs e passam por avaliação da Central Regional de Regulação. De acordo com o caso e oferta de vagas em leitos, é validado o encaminhamento do paciente para atendimento no Hospital Regional Público do Leste.

Nos casos de urgências do SAMU, o hospital recebe os pacientes diretamente pelo Pronto Atendimento, com equipe de suporte nas 24h.

Serviço: O Hospital Regional Público do Leste (HRPL) está localizado na rua Adelaide Bernardes, s/n, no Bairro: Nova Conquista, em Paragominas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | JQ Notícias by Jorge Quadros Comunicação e Marketing.